Análise conceitual: pesquisa ou “perfumaria”? – Boteco Behaviorista #20

Pesquisa ou perfumaria? Necessidade ou frescurite? Trabalho ou chapação?

Muitos que trabalham com pesquisa conceitual em Análise do Comportamento ainda são vistos como lunáticos a discutir pontos que alguns julgam já estarem sacramentados pela comunidade científica. Não é prerrogativa da nossa abordagem, mas posto que “nascemos” do laboratório, em nosso meio a análise conceitual não raro é vista como trabalho secundário, ou, pior, como uma tentativa vã, meramente “poética”, de problematizar truísmos. Algo que o cara do laboratório faz aos finais de semana, quando está cansado de lidar com dados, e vai v̶i̶a̶j̶a̶r̶ interpretar um pouco como hobby.

Mas para aqueles que reconhecem que mesmo pesquisa básica envolve interpretação, e que por trás de conceitos teóricos, mais que questões epistemológicas, estão em jogo problemas éticos, políticos, estéticos e ontológicos, saibam: não estão sozinhos! Dia 23, no “Boteco Behaviorista #20: Análise conceitual: pesquisa ou perfumaria?”, teremos um debate sobre o papel da pesquisa conceitual na Análise do Comportamento.

Excepcionalmente, dia 23 iremos ao ar às 18h. É que um dos nossos convidados está há algumas horas de nós: trata-se de ninguém menos que o professor Armando Machado, da Universidade do Minho (Portugal).

Boteco Behaviorista #20 – Análise conceitual: pesquisa ou “perfumaria”?

Participantes:

Alexandre Dittrich (UFPR)
Armando Machado (Universidade do Minho)
César A. A. Rocha (Boteco Behaviorista)
Felipe Epaminondas (Psicológico – http://scienceblogs.com.br/psicologico/)
Henrique Pompermayer (UFSCar)
Luana Flor (Centro Universitário São Camilo e USP)
Marcela Ortolan (Pontuando – http://pontuando.wordpress.com/)

E para quem já quiser ir se familiarizando com a celeuma, seguem links de alguns textos interessantes:

Possibilidades da Investigação Conceitual/Filosófica na Análise do Comportamento – Alexandre Dittrich: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/psicologia/article/viewFile/25369/16999

Toward a Richer View of the Scientific Method – Armando Machado: http://comminfo.rutgers.edu/~kantor/t/602/2008/ConceptualErrors/Machado_Silva_07_1.pdf

Trabalho conceitual em psicologia: pesquisa ou “perfumaria”? – Carolina Laurenti: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-73722012000200001&script=sci_arttext

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Flex Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top