Ressurgência comportamental – Boteco Behaviorista #47

Temas (e termos) como “ressurgimento”, “ressurreição” e “renascimento” atravessaram de modos diversos a mitologia, a religião e a história: da antiguidade clássica, com o mito da fênix, pássaro inflamado que ressurge das cinzas, às histórias sobre ressurreição presentes em diferentes tradições religiosas, até o célebre movimento cultural que eclodiu na Europa a partir do fim do século XIV. 

Um pouco adiante no tempo, o termo “regressão” adquiriu uma acepção bastante específica na psicanálise: Sigmund Freud (1856-1939) empregou-o em alusão a um fenômeno que consistia no reaparecimento, diante de situações de dificuldade, de padrões comportamentais típicos de outrora.

No contexto da análise experimental do comportamento, pesquisadores passaram a investigar o que se denominou “ressurgência comportamental”. Mas em que consiste exatamente a expressão? Em que circunstâncias o fenômeno ocorre? E por que é importante que o compreendamos? 

Para falar disso e muito mais, o Boteco Behaviorista convidou especialistas que estudaram tais questões em suas relações com equivalência de estímulos e esquemas de reforçamento.

Boteco Behaviorista #47: Ressurgência comportamental 

– Carlos Renato Xavier Cançado (UnB)
– César Antonio Alves da Rocha
– Felipe Epaminondas
– Marcela Ortolan
– Tatiane Carvalho Castro Marin (UFGD)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Most Popular

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2015 Flex Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top